Um apanhado dos ultimos tempos


Advertisement
India's flag
Asia » India » Goa
February 18th 2013
Published: February 18th 2013
Edit Blog Post

Porto - Lyon




A agitacao e o barulho do aviao a descolar, a posicao tensa e obliqua. Passado instantes, a nave deslilza na horizontal e o horizonte e azul. Sinto a Alegria do Movimento, da partida.



Taize





Uma bela viagem de comboio da cidade de Lyon ate Macon.

Uma alegria intensa ao chegar, a calma do Inverno e do monte.

Mas assim que comeco a entrar... tambem uma pressa inquietante de conseguir nao sei o que mais e da novidade de tudo! Tantas vezes tenho tanta pressa, tao desfasado por dentro do que estou a viver. Tao pouco presente, relaxado e "simplificado" para disfrutar a vida que e boa.



O espanto. O silencio da neve. De repente, os sinos! Durante minutos enchem o ar e os espacos! sao muitos! ao mesmo tempo! numa correria! numa festa! vibram por todo o lado, ate dentro de nos!

E la nos encaminhamos, de todas as direccoes, deixando pegadas na neve, em silencio, para a concentracao no templo. Ali, pequenas oracoes cantadas por todos em coro a varias vozes, deliciosamente repetidas ate a exaustao (ou, na opiniao de alguns, dolorosamente repetidas ate a exaustao) que tentei, ao longo dos 3 dias que com eles passei, aprender com sofreguidao. Uma experiencia de grande beleza, harmonia, comunhao e alegria.



Descobrir a historia e vida da comunidade, os passeios pelos lindos campos e pelas aldeias, a partilha das reflexoes e do espirito de busca, das refeicoes e das tarefas domesticas com os outros visitantes e os contactos com voluntarios.



Mas sobretudo as oracoes, aqueles mantras, aqueles canticos acompanham-me ainda agora. E a alegria de imaginar que ja no passado cantaram, que cantam hoje e cantarao, que se perpetuam, que os sinos tocam todos os dias e eles la vao para cantar o Amor (e agora canto eu tambem com eles) , em permanencia.
Lyon - o almoco rapido Cruzando a cidade (curiosamente atravessada por dois grandes rios), os cais, pelas ruas da cidade velha.Junto-me aos cidadaos num almoco centro-europeu: nas escadas em frente a Opera e ao Hotel de Ville, disfrutar raios de sol e abocanhar uma sandwich com coca-cola em 15 minutos.Gosto de encontrar pessoas e ouvir sobre o que estao a fazer. Tanta diversidade, tantos projectos! Istanbul No dia do voo, embarquei e desembarquei em 9 viaturas de transporte de passageiros.No aviao, durante o voo, as mulheres muculmanas ao meu lado encostaram as cabecas ao banco da frente e fizeram ali a oracao. Cheguei com muita curiosidade do encontro com o Islao. No dia seginte, caminhei ate ao bairro ortodoxo de Fatih ("Conquistador", memoria do sultao que conquistou Istanbul para o Islao), num alto e surpreendeu-me o ezan, a chamada para a oracao. Do alto dos minaretes, dos altifalantes (antigamente um homem com goela forte subia la acima), comeca o que parece um lamento, ritmado, com pausas, longo e gemido, aqui depois acola e depois na colina mais adiante ate ser um eco em simultaneo por toda a cidade: dizem "Allah e grande". Neste distrito o afluxo para a oracao e grande mas nao e assim em outros lugares da cidade, onde muita gente nao pratica. Ha grandes diferencas nos estilos de vida, habitos, e logo a vista, no vestuario. O que me chamou mais a atencao foi o diferente, de tal forma que cheguei ao fim deste dia sem memoria de ter visto um turco vestido "de forma ocidental", o que nao e verdade. O mais das vezes registo apenas o que quero ver... de forma tendenciosa. Os homens com mantos ou tunicas ate aos pes e o equivalente ao solideu no cucuruto da cabeca e barbas no queixo, unidas de uma suica a outra, na mao alguns seguram um fio com contas para rezar (ou dar estilo segundo me foi dito). Nas mulheres, embora o efeito pretendido seja exactamente o contrario, chamou-me muito a atencao um tecido preto e largo a envolver todo o corpo que so deixa ver os olhos e, as vezes, o nariz, e da a impressao de vermos caminhar um saco de batatas preto. Os "trajes de encobrir" das mulheres sao so utilizados na rua, para evitar o interesse alheio.Nas ruas domina e o negro dos longos sobretudos dos homens e mulheres, e encontro qualquer coisa de Russo (dos filmes, pois nunca la fui...) nos bigodes e nos gorros.Tambem ha bom ambiente islamico no bairro de Eyup, local de peregrinacao.Aprendi umas coisas sobre o Islao e o Corao, com amigos iranianos, sirios, egipcios, franceses, marroquinos.Nao sou o unico curioso: os muculmanos a visitar a igreja de sto.antonio e a tirar fotografias posando junto de um grande presepio! (nas mesquitas nao ha representacoes de pessoas) As
Shrine Remix - Hostel, MumbaiShrine Remix - Hostel, MumbaiShrine Remix - Hostel, Mumbai

Aqui Jesus convive lado a lado com Ganhesh, outros deuses e santos.
mesquitas sao, regra geral, espacos amplos, luminosos e muito acolhedores. Nesta cidade, muitas sao de babar e tem decoracoes soberbas. As criancas correm la dentro, ou jogam ca fora futebol contra as suas paredes, tocam telefones, e um lugar de encontro.O Inverno e frio e na rua vende-se sahlep, bebida de leite espessa com canela e baunilha. Baclava's hummm!Os cheiros na ruados sabonetes, das especiarias, dos kebabs.A terra abraca agua por todo o lado, e e bom navegar na cidade em ferries que cruzam as aguas sem cessar, as gaivotas a esvoacar.O banho turco e uma ensaboadela da cabeca aos pes, e uma massagem de estalar os ossos! Uma maravilha... se tiveres a sorte de nao ser assediado sexualmente. Arrependi-me de ter ficado na cidade velha onde se diz estar tudo mas que e carissima e morre as 17h30 quando fecham os museus.Do que pude perceber a relacao com o Ocidente (que julgo ter sentido na rua) e de atracao-repulsa, alguma desconfianca, devendo-se a repulsa provavelmente a historia do seculo passado, que se mantem incrivelmente viva e representada em todas as paredes, estatuas, toponimia, dinheiro sob a forma do Presidente Ataturk, o semi-deus da luta da independecia e fundacao da republica turca.Muito pouca gente na cidade fala ingles (a comunicacao e um desafio), as minhas interacoes com locais foram pobres e resumiram-se muito a negocio e interesse (com boas excepcoes), o que acaba por cansar um bocado.A visita ao Istanbul Modern foi uma lufada de ar fresco, boa exposicao e vista maravilhosa. Iznik - Refrescante A curta visita a Iznik, para onde fui atraido pelos azulejos das mesquitas em Istanbul, foi refrescante. Arrependo-me de nao ter saido de Istanbul mais cedo.Esta e a historica Niceia, onde ha muito tempo se reuniram os bispos de todo o mundo para resolver varias questoes que dividiam a Igreja, entre as quais a natureza de Cristo! Penso naquela questao do Campo Vs. Cidade.Aqui as pessoas parecem viver com mais presenca, mais disponiveis, aqui recebi e devolvi muitos Selaam Aleycum (cumprimento islamico " que a paz esteja contigo". onde e que eu ja ouvi isto? 😊 )Aqui ha um lago que parece um mar. E um mar de olivais maiores que o lago! E altura da poda. Mumbai - Horn for your lives!

A sensacao da chegada foi de familiaridade: como no Rio de Janeiro. Uma grande cidade, quente, humida, cheia do movimento de massas de pessoas entre ruidos e fumos de escape. As buzinas sao loucas e freneticas. Preferi nao perguntar a razao das palavras "Horn OK please", na traseira dos camioes, prefiro manter a minha versao do camiao a implorar pela alegria de uma buzinadela de quem leia o sinal. Como se o pessoal gostasse da agitacao, do ruido do movimento. Os edificios monumentais, o criquete e a riqueza e pobreza extremas. Ellora - tease your girlfriend
O autocarro noturno nao tinha cadeiras, tinha finos colchoes e ar condicionado em vez disso. E o que aqui e o luxo foi o inferno para mim: alergias, e sentir nas ancas e nas costas cada buraco da estrada (bastantes!) e cada sacudidela do volante. Mas valeu a pena: os tempos de Ellora. Ponham no google. E se vierem, nao facam o mesmo erro que eu: contratem um guia por uma horita ou duas.Ainda luto para perceber o Hinduismo. Mas aquele templo era uma festa de plantas e animas e deuses e pessoas, guerra, amor, sensualidade, gratidao... figuras femininas e masculinas em poses yogis acrobaticas, eles atleticos e elas redondas com grandes curvas.Um velhote fantastico que la estava, quando lhe falei dos templos cristaos e
Passeando - mumbai Passeando - mumbai Passeando - mumbai

com pessoal do hostel, no calcadao de mumbai ou sweet heart avenue, onde os casais de passeiam e sentam a beira mar. As ruas com arvores tropicais, como no Rio.
notei as esculturas dos casais amorosos e a nudez que ali viamos, explicou-me que nao estavam nus e que nao era sexo: era o amor entre o homem e a mulher que, unidos num so, imitavam a Deus no seu papel de GOD - Gerador:Organizador:Disciplinador. O resto eram para ele representacoes das nossas emocoes: calma, raiva, inveja,... depois da predica, com um belo sorriso nos olhos aconselhou-me: tease your girlfriend! ao que respondi contente da conversa: I will!


Additional photos below
Photos: 13, Displayed: 13


Advertisement

Curiosidade - IndiaCuriosidade - India
Curiosidade - India

Diverte-me bastante que aqui e ali, alguns indianos me pecam para tirar fotografias com eles.


Tot: 0.117s; Tpl: 0.021s; cc: 14; qc: 49; dbt: 0.0174s; 1; m:saturn w:www (104.131.125.221); sld: 1; ; mem: 1.4mb